A espera

Estou te esperando desde o dia que te vi partir.

Difíceis são as horas longe de você

E fica aqui uma saudade guardada que não me deixa te esquecer.

Até o meu silêncio quer falar.

As palavras mudas insistem em lhe dizer: te quero, mais do que eu imaginava, mais do que não ousei lhe contar.

As palavras não falam, entretanto, meu olhar não consegue deixar de lhe dizer…

Escrito em 26/03/2013

Por Júlia Miguel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s