Palavras não ditas

Tantas palavras não ditas

Tantos sentimentos não expressos

Agora eles me dilaceram

Eu não sabia dizer

Eu não sabia me mostrar

Eu não sabia falar das minhas dores

E quantas delas foram caladas e silenciadas…

Quantas coisas eu não disse…

E agora eu já não sei, vou precisar me perdoar

O tempo passou, a voz se calou

E agora? O que eu faço com esse sentimento mudo e profundo?

Como falar de um tempo que já se passou?

Como falar da dor que se cristalizou?

Eu não sei, estou procurando um caminho…

Disseram-me que estar diante do desconhecido é assustador

E eu estou assim, assustada diante de mim, diante desta parte que se revela…

E eu continuo a buscar palavras e cada linha desta página é uma tentativa de descoberta

Estou a procura do caminho das pedras…

Escrito por Júlia Miguel

Escrito em novembro/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s