Viajar

Viagens são sempre descobertas. Você parte rumo ao seu desconhecido e conhece uma parte de si que não se revela.

Descobre que é capaz de muitas coisas:

É capaz de chegar;

É capaz de se reconhecer num mundo novo e desconhecido;

É capaz de estar só, consigo mesmo, sem estranhar este silêncio da alma, sem estranhar esta fala em que não há palavras, sem estranhar este encontro com você.

Descobre que é capaz de se comunicar, mesmo que não conheça a língua.

Descobre que seu país é lindo, que sente saudade de estar em casa.

Descobre que pode se aventurar e se arriscar, que pode caminhar por lugares distantes e mesmo assim, sabes que pode voltar.

O regresso nunca é igual ao partir, parte um ser e volta outro. Há mais histórias e muitas coisas para contar.

Ao viajar você deixa suas raízes, mas os frutos não se podem abandonar. Carrega na alma o que és, carrega a história de suas raízes.

Viajar é partir, mas é também voltar.

Escrito em 16/01/2012 no Parque Natural de Tayrona, Santa Marta – Colômbia

Por Júlia Miguel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s