Presença

De algumas pessoas eu não sinto falta, eu sinto a presença e é tão forte que quase posso tocá-las.

Algumas pessoas são tão significativas que me acompanharão pelo resto da vida. Fisicamente estão longe, mas sua presença está aqui…

Posso senti-las no meu jeito de ser. Arraigadas na minha história elas vibram nas batidas do meu coração. Mário Quintana no poema para Lara Lemos, cujo título é presença, diz:

“Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista que nunca te pareces com o teu retrato…E eu tenho que fechar meus olhos para ver-te.”

Para algumas pessoas eu tenho que fechar meus olhos para tocá-las…

E assim, já não há mais distância que afaste, há a presença que une, há um sentimento de que nunca se esteve longe…

Por Júlia Miguel

Escrito em 17/09/2011

Anúncios

2 respostas em “Presença

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s