O caminho da descoberta, uma jornada em busca de si

Publicar os meus escritos nunca foi uma meta e tão pouco um objetivo. Os compartilho com poucas pessoas, pois mostrá-los é como tirar a roupa sem tirá-las, é estar nua sob o olhar alheio, é despir a alma. Porém, estou começando a ficar pronta para revelar minha alma despida.

Inicio com Clarice Lispector como uma oração de proteção…

Ao Linotipista

“…Agora um pedido: não me corrija. A pontuação é a respiração da frase, e minha frase respira assim. E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar…”

Anúncios

4 respostas em “O caminho da descoberta, uma jornada em busca de si

  1. Quando estamos prontos a nos livrar das amarras, em minha humilde opinião, é quando a vida bate em nossas costas e diz: “-ei, agora você está pronto para crescer”.
    Adorei cada texto, pois em cada um deles tem um tantão de você =)

  2. Escrever e publicar é estar nua pra si e pra quem lê. É um estado de natureza e de coragem. E você, Júlia, escreve tão bonito quanto dança: dançar é outro estado de natureza, você sendo. E você faz isso com muita verdade: essa coisa de ser, escrever, se mostrar. Isso é raro e bonito. Espero poder te ler mais. Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s